USA, FL +1 (904) 250-0943
  • Brazil Brazil: +55 (11) 3181-7860
  • Spain España: +34 (95) 093-0069
  • Guatemala Guatemala: (502) 2268 1204
  • Mexico Mexico: +52 (33) 1031-2220
  • Mexico Mexico: 01 800 PA MALLA
  • United States United States: +1 (727) 379-2756
  • United States United States: 1 877 CROP NET
  • United States United States: +1 (904) 250-0943
  • (Atención en Español)

A Frescura da Palapa

O benefício desta habitação simples e cómoda

malla sobre palapa

Las palapas crean un ambiente de frescura ideal.

Em zonas calorosas e onde a umidade é bastante alta é um requisito fundamental ter edificações que sejam frescas, sobretudo naqueles lugares onde habitarão. É certo que, por exemplo, em muitas zonas urbanas onde é típico o calor constante, não existem muitas opções no momento de usar um refúgio constante que permita suportar as, cada vez mais, épocas quentes de verão e de calor. Para as zonas urbanas, o típico é a tradicional edificação de cimento, o que muitas vezes nas épocas já mencionadas é sufocante por causa de não contar com um espaço suficientemente fresco para lidar com a dita época sem recorrer aos habituais ventiladores ou condicionadores de ar. Nas zonas rurais e mais próximas das costas ou dos rios, as opções são um pouco mais amplas, entre as quais se encontra a conhecida palapa.

Esta construção interessante, originária das Filipinas, consiste na aplicação de materiais naturais e renováveis de longa duração como é a madeira, o bambu e a palmeira seca, com o fim de formar uma construção ao ar livre que protege do sol e mantém, por sua vez, o interior fresco, permitindo um fluxo de ar agradável durante o calor sufocante. Sua resistência perante o clima quente a torna uma opção recomendável, graças tanto à economia de seus materiais como à sua instalação e resistência. Não resiste apenas ao clima quente, mas também à crescente umidade que se pode apresentar na zona, ao contrário do que poderia aportar uma casa tradicional de cimento, na qual o calor seria mais que incómodo e a durabilidade da edificação seria afetada pelo calor constante e pela umidade sempre presente.

palapas protegidas con red baxtop

Construir una palapa es una inversión bastante económica ya que los materiales son de fácil adquisición.

O telhado da palapa está coberto por palmeiras secas, quer sejam palmeiras de coco, palmeiras de bananas ou de palmeiras reais (em algumas ocasiões é usada palha) e o resto da estrutura é formado com madeira. A razão para a escolha deste tipo de materiais completamente naturais no momento de levar a cabo a construção de uma palapa é devido à sua fácil aquisição, custo económico, fácil instalação e pela sua incrível resistência perante as condições meteorológicas adversas que ocorrem nos climas quentes; além disso, pode absorver o calor amplamente, o que permite a frescura que se gera no seu interior, sendo esta a característica mais marcante desta edificação. Outro ponto favorável em relação à palapa é a sua agradável aparência, dando um toque rústico ao meio envolvente e proporcionando um aspecto que é consistente com o local onde foi construída. A isto devemos acrescentar que, ao contrario do que acontece com as edificações de cimento, uma palapa é simples de reparar e manter e os custos que podem ocorrer durante a longa vida útil desta construção são econômicos. Um dos locais onde é comum observar este tipo de construções é no oeste mexicano, onde seu modelo e função tiveram uma grande aceitação, permitindo aos habitantes de toda a zona e região se adaptarem facilmente aos choques climáticos produzidos pelo calor.

Os materiais que se utilizam para a elaboração desta estrutura são completamente naturais, salvo em determinadas ocasiões em que no momento da instalação do telhado de palmeira é utilizada uma malha/rede de arame para ajudar a suportar. Para as bases da edificação e para a base onde se colocará o telhado é utilizada a madeira. A utilização de lianas, como a planta Unha de Gato ou cordas de henequén, é comum no momento de unir a madeira, especialmente na parte do telhado. Para a estrutura como tal também se podem utilizar lianas ou cordas, embora o uso de pregos de quatro ou cinco polegadas seja comum para dar maior suporte e resistência. Basicamente, falando da construção de uma palapa simples, estes são os únicos materiais que são necessários. Existem outros tipos de palapas mais complexas, nas quais a utilização de cimentos e mecanismos avançados de arquitetura estão presentes, dando um toque e uma aparência muito mais vistosa e muito mais confortável, sendo este tipo de palapas usadas em alguns centros turísticos ou similares. Apesar de que se está falando de uma palapa muito mais sofisticada, continua a cumprir a mesma função de uma palapa tradicional, por isso vamos continuar a falar da palapa, mas do ponto de vista da palapa simples.

palapas instaladas en playas con red baxtop

Ademas de ser económica la construcción de la palapa es muy sencilla.

A construção de uma palapa é simples, dado que não requer muito tempo para completar sua montagem, nem maquinaria avançada para finalizar a montagem. Apenas requer tempo, uma boa planificação e, por consequência, os materiais a utilizar. O que seguramente pode levar mais tempo na construção de uma palapa é a elaboração do telhado, dado que seu entrelaçado ou forma de painéis requere uma grande quantidade de tempo para montar completamente as palmeiras necessárias para a referida função; para a construção de uma palapa para duas pessoas, estimamos a necessidade de aproximadamente seis mil palmeiras.

A primeira coisa a fazer, para a construção de uma palapa, é a montagem da base. Para isso, é necessário um número de postes dependendo de quão ampla a construção é desejada. Para este caso, serão usados cinco postes, sendo quatro a seis postes o mais comum na construção da palapa. Cada poste deve ter cerca de dois a três metros de comprimento e devem ser suficientemente grossos e robustos para resistirem ao peso do telhado e às devastações do vento e da chuva. A madeira a ser escolhida fica ao critério de cada um, mas deve ser resistente e não uma pelo simples aspecto estético, pois uma madeira que não seja suficientemente forte fazer com que, de um momento para o outro, a edificação caia. Assim que tiver os postes que servirão de base, você tem que os soterrar a uma profundidade estável o suficiente para que não se soltem ou movam com facilidade; esta profundidade deve ter mais de quarenta centímetros. A utilização de cimento é recomendada dentro dos buracos onde se colocam os postes para dar mais estabilidade. Se não colocar cimento, então é adequada uma profundidade de quarenta centímetros ou mais; quanto mais profundo, melhor, mas isso implicaria postes muito mais compridos para considerar a altura da palapa com a profundidade em que está enterrada.

palapa instalada en arena de playa

Se debe tener mucha preaución a la hora de instalar las palapas.

Uma vez instalados, se procede a cobrir os postes com verniz ou qualquer outro produto similar; você deve lembrar que os postes estarão em contato contínuo com a luz solar, a chuva e a umidade, pelo que o verniz ajudará a resistir muito mais a esses efeitos climáticos. Uma vez instaladas estas bases, é instalado um poste um pouco mais comprido e mais largo no centro da área da palapa. Este poste deve ser um metro mais comprido que os outros postes base e com um diâmetro maior, porque será o poste principal da estrutura que dará a forma abobadada ou de cúpula à edificação. A instalação do poste central pode ser feita antes ou depois dos postes base; esta é uma escolha do construtor. O importante nesta fase é que se instalem as bases de forma correta, que fiquem bem firmes no solo e que fiquem distanciadas o mais simétricas possível em torno da zona a construir. O mesmo acontece com a distância que existe entre o poste central dos postes base. Tudo isso é feito para que o peso do telhado fique distribuído de forma correta e para dar um toque estético apropriado que caracteriza uma palapa. A distancia depende de quão grande se pretende a palapa, mas a distância do poste central aos demais é habitual/normal ser de uns dois metros, é igual para a distância que deve existir entre os postes base.

Um ponto importante antes de colocar as bases é o de remover as imperfeições que os postes possam ter. Quando falamos de imperfeições nos referimos a lascas ou partes afiadas que podem ter, isto é feito, com o propósito de evitar possíveis feridas durante a instalação da palapa ou futuras lesões durante a utilização da mesma, assim como também para preservar a vida útil da edificação.

A fase seguinte, na construção da palapa, é a construção e a instalação do suporte/apoio para o telhado. Isto é feito com as varas a usar (tal como para os postes base, as varas para a estrutura do telhado devem ser resistentes) e, partindo desde a ponta superior do poste principal, se orientarão e fixarão aos postes bases. Para fixar as varas aos postes de base se usam pregos de quatro ou cinco polegadas. Segundo a amplitude da palapa, você pode fazer uma base que conecte cada vara para, desta forma, dar maior estabilidade ao telhado. A ideia deste passo é formar uma base que é conhecida como “base em ponta”, que é o que vai dar a forma abobadada ao telhado quando for colocado.

Agora prossegue o passo mais trabalhoso de todos que é o de colocar o telhado. Este passo consiste em entrelaçar e unir as palmeiras ou o material do telhado a ser utilizado mediante uma série de varas amarradas com a liana ou com a corda escolhida. Para isso, é necessário saber com antecedência qual será a área da palapa para poder ir pensando qual o material que vai necessitar. Ao ter as bases colocadas, pode fazer as medições e ver que tamanho terá o telhado. Existe quem use malha/rede de arame para fixar e realizar o entrelaçado das palmeiras ou o material a ser utilizado como telhado, facilitando um pouco este processo laborioso.

Uma vez elaborado o telhado, agora só se procede à sua colocação sobre a estrutura que foi construída para esse fim, fixando-o e sujeitando-o à dita estrutura de tal forma que fique firme e que não se solte por causa do vento. Nesta etapa devemos avaliar se o material usado como telhado fica suficientemente apertado e compacto para que a água não passe quando chove, evitando assim que entre água no interior e prolongando a vida útil do próprio telhado, dado que as aberturas no telhado fazem com que o entrelaçado se vá descosendo nessa parte do telhado.

O passo final é você se certificar de que tudo está no lugar, verificando se as bases e a estrutura estão firmemente fixadas para evitar possíveis complicações que impliquem colapsos da estrutura ou reparações que não foram previstas.

red baxtop sobre palapa

Proteger la Palapa con algún tipo de red preservará su integridad.

Como se pode observar, a palapa é uma habitação ao ar libre que proporciona uma estada fresca no seu interior, sendo usada em lugares tropicais de climas quentes. Sus construção é simples, indo desde a construção de uma palapa tradicional até a mais elaboradas e complexas, mas no final das contas cumprem com a sua finalidade principal que é manter seu interior fresco para os seus habitantes. Sua alta resistência a estes climas quentes faz com que a opção a escolher seja quer pelo conforto que proporcionam como pelo custo e facilidade de construção, dentro das diversas alternativas que existem em termos de edificações para climas quentes. cálidos. Além disto, o sentido de equilíbrio que cumprem para com o meio envolvente no qual se encontram são um património que, para muitos, tem passado de geração em geração por muitos anos em muitas zonas rurais.