USA, FL +1 (904) 250-0943
  • Brazil Brazil: +55 (11) 3181-7860
  • Spain España: +34 (95) 093-0069
  • Guatemala Guatemala: (502) 2268 1204
  • Mexico Mexico: +52 (33) 1031-2220
  • Mexico Mexico: 01 800 PA MALLA
  • United States United States: +1 (727) 379-2756
  • United States United States: 1 877 CROP NET
  • United States United States: +1 (904) 250-0943
  • (Atención en Español)

Malha/Rede de polinização ABEMALLA

Malha/Rede de polinização ABEMALLA. Apanha as abelhas para que se concentrem em seu cultivo. Malha/Rede tecida para controle da polinização.

abemalla verde sobre arbol

Utilizar a malha/rede para abelhas ABEMALLA é um bom método para melhorar o desempenho da polinização das plantas.

A malha/rede de polinização ABEMALLA é um tecido de monofilamentos redondos de polietileno virgem. É aplicado nas aberturas das estufas ou diretamente sobre as plantas, para impedir a saída das abelhas maximizando o resultado da polinização.

Nossa malha/rede garante resistência, graças ao tratamento especial de estabilização anti UV. 

Ao mesmo tempo, é muito flexível e se adapta a qualquer estrutura. Além de que favorece a passagem do ar e da luz.


• Projetada para ser aplicada diretamente sobre as árvores
• Resistente ao rasgo
• Fluxo de ar e luz
• Personalização de medidas


O processo de polinização por meio das abelhas.

abemalla blanca cubriendo arbol

Com a ABEMALLA você pode aumentar o processo de polinização.

O transporte do pólen pode ser feito por três vectores fundamentais: vento, água e animais.

Neste último caso, o transporte do pólen é confiado aos animais polinizadores, entre os quais estão as abelhas. As flores das plantas, frequentemente são de cores brilhantes, com inflorescências vistosas. Emanam perfumes e têm adaptações que facilitam o contato dos animais com os órgãos reprodutores.

Muitos estão equipados com néctares, tecidos ou órgãos especializados que produzem néctar.

Dependendo do tipo de polinização, é verificada uma produção de reguladores do crescimento hormonal distinta. A polinização através das abelhas é a que tem mais impacto, positivamente, sobre o rendimento do cultivo.

malla de polinización verde sobre arboles en cultivos

A malha/rede de polinização cria um ambiente ideal para as abelhas.

Frequentemente, as abelhas são colocadas para otimizar a polinização em ambientes protegidos. Para que não se percam fora da estrutura da estufa, recomendamos a utilização da malha/rede de polinização.


Sacos para a polinização natural


Também são fornecidos os Sacos De Polinização práticos, que permitem a penetração do sol e da água, enquanto protegem do clima adverso o clima estacional. É recomendado colocar sobre a flor e amarrar os sacos na parte inferior. Quando for o momento apropriado para a polinização, os sacos podem ser facilmente abertos. Após a polinização manual, o saco é fechado com um simples cordel ou clipe.

A malha/rede de polinização ABEMALLA aumenta a produtividade favorecendo a polinização veiculada pelos insetos. 

abemalla verde protegiendo arboles

O incremento da polinização melhora a qualidade dos cultivos.

A polinização das abelhas melhora a qualidade do cultivo, a vida útil e o valor comercial da colheita


A polinização das abelhas contribui para um terço da produção mundial de culturas. De fato, mais de 75% das 115 principais espécies de cultivos em todo o mundo dependem de, ou pelo menos beneficiam, da polinização animal. Por outro lado, o vento e a autopolinização, são suficientes para apenas 28 espécies de culturas.

Estudos recentes demonstraram que a polinização das abelhas melhora o desempenho da maioria das espécies de culturas. 

A polinização das abelhas melhora a qualidade, a quantidade e o valor de mercado da fruta em comparação com a polinização devida ao vento e com a autopolinização.

malla de polinizacion abemalla protegiendo y cubriendo arboles

O efeito da polinização melhora a qualidade da planta e da fruta.

As frutas polinizadas pelas abelhas têm um peso maior, menos malformações e atingem graus comerciais mais altos. São mais avermelhadas, têm uma relação açúcar-ácido mais reduzida e, também, são mais firmes. Por consequência, sua vida útil se prolonga, com redução na perda de fruta em pelo menos 11%.

Os resultados obtidos em um estudo de culturas de morangos, podem ser transferíveis a uma ampla gama de culturas. Desta forma, foi demonstrado que a polinização de abelhas é um fator vital e economicamente importante, determinante na qualidade da fruta.

Foram valorizados os impactos na quantidade, qualidade, vida útil e valor de mercado das culturas.

A malha/rede de polinização ABEMALLA incrementa a atividade das abelhas, mantendo os insetos polinizadores dentro das estufas ou micro-túnel. 

Influência da polinização das abelhas no Valor comercial: frutos com maior peso e maior grau comercial. 

A polinização das abelhas teve como resultado, frutos de morango com o valor comercial mais alto. Em média, a polinização das abelhas aumenta o valor comercial por fruto em 38,6% em comparação com a polinização realizada pelo vento. E em 54,3% em comparação com a autopolinização.

O preço e a comercialização de morangos dependem do grau comercial e da qualidade da fruta (forma, tamanho e cor). As malformações, em particular, são um problema comum que afeta o preço e a comercialização do morango.

A polinização das abelhas reduz as malformações e, por conseguinte, melhora a comercialização em quase todas as variedades examinadas. Em comparação com o vento e com a autopolinização, a polinização de abelhas não melhora apenas a forma da fruta, como também o peso da fruta. As frutas polinizadas por abelhas são, em média, mais pesadas em 11,0% do que as polinizadas pelo vento e, 30,3% mais pesadas do que as autopolinizadas. A polinização de abelhas tem um forte impacto na vida útil dos morangos pelo fato de melhorar a sua firmeza.

Os valores de firmeza de cada tratamento e variedade são relacionados com a vida útil. Esta é medida como o número de dias até que 50% das frutas sejam perdidas devido à decomposição da superfície e dos fungos. Em suma, uma maior firmeza que resulta da polinização de abelhas, potencialmente, prolonga a vida útil dos frutos de morango. Portanto, a polinização das abelhas representa um decréscimo de pelo menos 11,0% nas perdas de fruta durante o armazenamento.

A malha/rede de polinização ABEMALLA facilita e otimiza o processo de polinização por parte dos insectos.


Maior qualidade pós-colheita em cultivos polinizados com abelhas


Na maioria das variedades, as frutas polinizadas por abelhas têm uma cor vermelha mais intensa em comparação com as frutas polinizadas pelo vento e pela autopolinização. Portanto, a polinização das abelhas resulta em frutas brilhantes, com uma cor avermelhada mais intensa.

Conclusão, a polinização de abelhas, conduzida principalmente por abelhas silvestres solitárias, desempenha um papel chave na determinação das várias características – quantidade e qualidade – das frutas de morango.

As frutas polinizadas por abelhas mostram menos malformações, um peso maior e uma vida útil mais longa. Isto implica um valor comercial maior e uma qualidade superior pós-colheita, com uma cor avermelhada mais intensa e uma redução na relação ácido-açúcar.

As conclusões deste estudo destacam o quanto é importante a polinização animal.

O efeito das abelhas na produção e qualidade das frutas no cultivo de morangos.

A polinização das abelhas de mel aumenta a frutificação, o peso e a porcentagem de bagas bem formadas.

A exclusão dos insectos polinizadores atrasa a maturidade da fruta e provoca uma redução na produção.

Referências: https://digitalcommons.usu.edu/piru_pubs/282/ 


Referências: http://rspb.royalsocietypublishing.org/content/281/1775/20132440++

A polinização cruzada, ao contrário da autopolinização, aumenta o tamanho e acelera a maduração da fruta no cultivo de mirtilos ‘Sharpblue’.

Estudo dos efeitos da autopolinização e da polinização cruzada no desenvolvimento da fruta em mirtilos do Sul (principalmente Vaccinium corymbosum L.) 

Resultados: A polinização cruzada aumenta o tamanho da fruta em 14% e o número de sementes em 27%, mas influencia na frutificação.

A polinização cruzada aumenta a porcentagem da colheita de frutas em maturação precoce em ≈140% e das frutas do mercado premium (≥ 0,75 g) em 13% e diminui a porcentagem de frutas pequenas em 66%. Por conseguinte, um aumento de 43% no valor da colheita inicial premium, resultou da otimização da polinização cruzada. 

A malha/rede de polinização ABEMALLA, ao impedir que os insetos polinizadores saiam para o exterior, efetua um controle eficiente do processo de polinização. 

Referências:http://journal.ashspublications.org/content/116/5/770.short

Polinização da abelha Osmia Aglaia para framboesas vermelhas cultivadas e amoras (Rubus: Rosaceae). 

Os frutos são 30% maiores em relação às plantas não polinizadas pelas abelhas.

Referências: http://hortsci.ashspublications.org/content/40/6/1705.short 

A Malha/Rede de polinização em culturas de café

A produção nas culturas de café aumenta com a diversidade das abelhas polinizadoras


O declive mundial dos polinizadores pode afetar, negativamente, o conjunto de frutos de plantas silvestres e cultivadas. Neste estudo, é mostrado que a produção de Coffea arabica (café-arábica) é muito variável e está relacionada com a polinização das abelhas.

A polinização das abelhas contribui para o bem-estar da cultura e proporciona benefícios econômicos para o produtor como um aumento da produção e melhor qualidade dos grãos.


• Incremento da produtividade, com maior número de grãos por planta. A polinização cruzada contribui para o aumento da produtividade entre 20 a 25%.
• Aumento do tamanho, peso e da semente do fruto.
• Melhor qualidade, sabor e aroma do grão mais intenso graças a uma maior concentração de açúcares ou graus brix.


A utilização de sistemas de proteção com malhas/redes plásticas para o manuseio de pragas é uma alternativa aos meios de controle químico e favorece a população de polinizadores. 

Referências:

http://rspb.royalsocietypublishing.org/content/270/1518/955.short


http://www.iica.int/es/prensa/noticias/la-apicultura-y-el-caf%C3%A9-una-combinaci%C3%B3n-estrat%C3%A9gica-para-reducir-los-efectos-del


https://revistaproagro.com/cual-es-la-relacion-entre-el-cafe-las-abejas-y-el-cambio-climatico/
http://www.unperiodico.unal.edu.co/dper/article/abejas-silvestres-mejoran-los-cafetales.html

o uso de malhas/redes para proteger os cultivos do granizo, do vento e das aves está se tornando cada vez mais popular entre os produtores de fruta. 

Agora, proporcionamos um produto específico para estimular a polinização natural. 

A malha/rede deve ser instalada por forma a que as extremidades ou os lados possam ser levantados facilmente durante a floração, para ajudar a polinização.

A polinização das abelhas aumenta a quantidade e a qualidade das culturas comerciais. 

As interações entre plantas com flores e seus polinizadores são uma componente chave da biodiversidade. A polinização, especialmente por parte dos insetos, é um elemento chave no funcionamento do ecossistema. Portanto, constitui um serviço ecossistêmico de importância mundial. Não só garante a reprodução sexual das plantas, mas também a estabilização da produção e, mantém a variabilidade genética dos cultivos. Desta forma, neutraliza a depressão da endogamia e facilita a resistência do sistema.

Um estudo sobre culturas de algodão e sésamo (gergelim), em Burkina Faso mostra a contribuição dos polinizadores de abelhas na produção das principais culturas comerciais. 

A polinização de abelhas silvestres aumenta significativamente a quantidade e qualidade da produção, em média, de até 62%. 

Pelo contrário, a exclusão dos polinizadores causa uma diferença na produção de 37%, em média, no algodão e de 59% no sésamo.

Além de que, a autopolinização revela efeitos de depressão por consanguinidade na frutificação e taxas de germinação baixas.  

Referências:

https://www.nature.com/articles/s41598-017-17970-2

O papel das abelhas e dos polinizadores na agricultura e na saúde humana 

A polinização de plantas com flores, por insetos, é um processo de grande importância nos ambientes terrestres e proporciona serviços vitais dos ecossistemas para o bem-estar humano, como a produção de culturas.

Cerca de 75% das espécies de cultivos agrícolas dependem, até certo ponto, da polinização animal. Cerca de um terço beneficia da polinização cruzada ao desenvolver maior quantidade e/ou qualidade de fruta. Entre outros insetos, as abelhas são conhecidas como um dos grupos de polinizadores mais importantes do mundo. 

Para fazer frente à crescente procura de alimentos, a agricultura se tornou mais intensiva. Os fertilizantes, pesticidas e o desenvolvimento de novas variedades de plantas permitiram aos agricultores aumentar a produção média dos alimentos.

A agricultura e a saúde humana dependem dos serviços ecossistêmicos proporcionados pelos organismos selvagens. Entre eles, abelhas e outros polinizadores para polinizar as culturas.

A agricultura moderna ameaça erradicar os organismos polinizadores.

Cerca de 75% de todas as espécies de cultivos requerem polinização por parte dos animais de algum tipo, frequentemente pelas abelhas, mas por vezes pelas moscas, borboletas, aves ou até mesmo morcegos.

Parte da polinização é realizada por abelhas domesticadas. No entanto, a maior parte da polinização da maioria das culturas é realizada por insetos selvagens, incluindo muitas espécies de abelhas selvagens, como os besouros/zangões.

Os animais polinizadores voam para nossos campos para polinizar os cultivos das áreas selvagens circundantes. No entanto, se não existirem áreas selvagens, ou se os cultivos forem pulverizados com inseticidas, a polinização irá sofrer e a produção diminuirá.

malla de polinizacion blanca abemalla

La malla de polinización mejora la calidad de las cosechas haciendo que los insectos se mantengan en el área.

Onde as culturas são cultivadas em campos vastos, não existem insetos suficientes para todas. Se os inseticidas são pulverizados com demasiada frequência, os polinizadores vitais não podem sobreviver.

A utilização da malha/rede de polinização ajuda a aumentar as populações de predadores naturais, diminuindo a necessidade de pesticidas. As abelhas ficam presas sob a malha/rede e realizam o processo de polinização de forma mais eficiente.