Sementes com qualidade genética e uso de HORTOMALLAS

Impacto benéfico na utilização de HORTOMALLAS e a qualidade genética de sementes

A qualidade genética de sementes com HORTOMALLAS gera um impacto benéfico na produção do cultivo, sendo que com o uso no cultivo, desde o ponto de vista preventivo e desde o meio de desenvolvimento da planta, cria um resultado maior de qualidade do fruto e que por fim obteremos um semente de qualidade genética, que gera uma possibilidade futura do rendimento e desenvolvimento competitivo da planta. As sementes são a unidade de reprodução sexual das plantas e tem a função de multiplicar e perpetuar a espécie a qual pertence, sendo um dos elementos mais eficazes para que se disperse em tempo e espaço, elas constituem o mecanismo de perenização porque as plantas duram geração atrás geração sendo que são a unidade móvel da planta. As sementes são o meio através pela qual, mesmo que de maneira passiva, as plantas encontram novos lugares e microambientes, porque em todos os cultivos é imprescindível levar em conta a qualidade da semente para o seu êxito, sendo que as sementes são o ponto de partida para a produção e é indispensável que tenham uma boa resposta nas  condições de semeadura e que produza mudas vigorosas, para alcançar o rendimento máximo. Desde um ponto de vista sustentável, é impossível obter uma boa colheita se não partir de uma semente de qualidade, sendo que um cultivo pode resultar de uma qualidade inferior em relação a semente semeada, mas nunca melhor que ela.Indiscutivelmente, a semente de boa qualidade representa o insumo estratégico por excelência que permite sustentar as atividades agrícolas, contribuindo significativamente na melhora da produção em términos de qualidade e rentabilidade. Por esse motivo, são de grande interesse científico-técnico aos trabalhos destinados a estimular e prolongar a germinação e conservação posterior das sementes e a sua genética, que podem elevar a produtividade dos cultivos de maneira sustentável e enfrentar as mudanças no entorno de maneira mais apropriada. Desde a Segunda Guerra Mundial, os agricultores têm intensificado sua produção agrícola para cobrir a demanda em quantidade e qualidade de sementes, mesmo com as indústrias de sementes se busca alcançar um potencial de qualidade no mercado da produção de alimentos a nível internacional. Devemos saber e entender que o desenvolvimento exitoso das sementes depende de múltiplas influencias em todos e cada um dos estados do desenvolvimento da formação da planta, sua estrutura, sua unidade e sua função para assim compreender suas possibilidades de vida produtiva e competitiva em relação ao entorno e caminho ao futuro. Existem vários métodos de cultivo em relação ao tipo de planta (hortaliça) que se trata e da semente para começar com a preparação do terreno adequado a semeadura, eliminando o perigo de contaminação genética, por tanto recomendamos utilizar HORTOMALLAS em dupla fileira dependendo o tipo de cultivo solanáceo ou cucurbitáceo, com o fim de facilitar as operações de retirar, sendo que se é em campo aberto consiste em examinar cuidadosamente os campos de produção, com o objetivo de remover manualmente as plantas fora do tipo de cultivo como as ervas daninhas, que ao utilizar a rede para condução, diminui e facilita a limpeza do terreno.A seleção atual da semente em campo varia semente básica (pureza, alta porcentagem de germinação, vigor e presença de patógenos que exigem as normas de qualidade estabelecidas nos regulamentos vigentes), semente registrada (originada da semente básica e deve conservar sua identidade genética como a pureza varietal e satisfazer os requisitos de qualidade do sistema de inspeção e certificação da semente) ou semente certificada (provém da semente básica ou registrada, em dependência da capacidade de multiplicação da variedade. Deve conservar sua identidade genética, pureza varietal e satisfazer as normas de qualidade, porque é a que se comercializa e distribui aos produtores). Cada produtor acessa a semente dependendo do seu alcance e eleição da necessidade de cultivar, portanto deve estar seguro de uma boa produção e de um produto com melhor competição em relação à demanda do mercado e principalmente a qualidade. Em cada temporada de cultivo se deve utilizar uma rotação adequada, de maneira que a mesma espécie não seja semeada no mesmo lugar com muita frequência, se estimularmos o uso de HORTOMALLAS, em cada cultivo de tomate, berinjela, pepino, melão, pimenta, melancia entre outras, poderíamos garantir que obteríamos uma semente de qualidade para armazenar e usar para o próximo ciclo, como mencionado, esses tipos de espécies geralmente são cultivados de maneira tradicional com o uso da ráfia e também ainda são cultivadas no solo, se aplicamos no terreno a rede para condução, a planta crescerá para cima, utilizando o suporte da rede, evitando o contato com o solo e por natureza a contaminação direta do terreno a planta e ao fruto, diminuindo a transmissão de patógenos diretos, o uso de HORTOMALLAS propicia a exposição solar da planta, beneficiando sua aeração, reduzindo a umidade e consequentemente diminuindo as possibilidades de desenvolvimento de micoses na raiz, caule, folha e fruta. Com o uso da rede reduz o uso frequente de agrotóxicos para o controle biológico de pragas em hortaliças, favorecendo que seja mais orgânico o produto. Se diminuímos essas e algumas outras incidências nos lapsos dos cultivos, poderemos ter um resultado benéfico que garante uma semente com qualidade genética mais competitiva, controlada, melhorada e desenvolvida pelo agricultor, com menores custos de cuidados e com possibilidades de obter em um futuro um cultivo com mais rendimento e sano para o consumo humano. Bióloga Myriam Nazario Bibliografia Bai Y, P Lindhout (2007) Domestication and breeding of tomatoes: what have we gained and what can we gain in the future? Ann. Bot. 100:1085-1094. Barrett H C, A M Rhodes (1976) A numerical taxonomic study of affinity relationships in cultivated Citrus and its close relatives. Syst. Bot. 1:105-136. Bartkaite O (2001) Evaluation of Tomato Heterosis Expression. Scientific Works. Horticulture and Vegetable Growing. Lithuanian Institute of Horticulture. Babtai, Kaunas district, Lithuania. pp:10- 12. Charlesworth D, B Charlesworth (1987) Inbreeding depression and its evolutionary consequences. Annu. Rev. Ecol. Syst. 18:237-268. De Giglio M A (2003) Growth of the fresh greenhouse tomato market in the USA. Acta Hort. 611:91-92. De Miranda P C, M L Anderson (2001) La complejidad de los materiales híbridos. USA. Seed News. Año XV N. 6. Juárez L G F, F Sánchez del C, E Contreras M (2000) Efectos del manejo de esquejes sobre el rendimiento de jitomate (Lycopersicon esculentum Mill.) en hidroponía. Rev. Chapingo S. Hort. 6:19-23. Martínez S J, A Peña L , J E Rodríguez P, C Villanueva V, J Sahagún C, M G Peña O (2005) Comportamiento productivo en híbridos de jitomate y sus respectivas poblaciones F2 . Rev. Chapingo. S. Hort. 2:299-307.

HORTOMALLAS

HORTOMALLAS produz e promove malhas agrícolas ( de apoio e vegetais treliça trellising ) que melhoram a qualidade das culturas . Nossa missão é aumentar a rentabilidade das culturas vegetais tutoria que precisam de apoio em vez de usar NETS RAFIA deitado manualmente a partir de 1994 ajudou os agricultores a melhorar sua colheita de pepinos, tomates , melões, abóboras , feijões, pimentas , pimentões e mais vegetais eles estão exigindo treliças . HORTOMALLAS é perfeito para solonaceas cucurbitáceas e têm melhores condições sanitárias , aumentando a exposição solar e sistema de brix . Além da diminuição óbvia nos custos de trabalho e de produtos químicos , isto é conseguido usando HORTOMALLAS prolongar a vida da planta , permitindo que a colheita mais e melhor qualidade do produto ! Diga-nos, nossos engenheiros agrônomos proporcionar-lhes assistência especializada através Iberia e as Américas !

Leave a comment