menu
Buscar:
Panal
Abeja
Curva
Galería
Videos
Artículos
Whatsapp
Mail
Chat
pepino tutorado proporciona maior produtividade

pepino tutorado proporciona maior produtividade

Pepino Tutorado

O cultivo do pepino em sistema tutorado é um sistema de cultivo a céu aberto. Onde as plantas crescem apoiadas em estacas de madeira ou bambu, apoiadas por arame, cordões ou fitas.

As estacas são acondicionadas em duas linhas, e o arame suspenso a aproximadamente 1,8 m de altura proporcionando leve inclinação Quando usamos barbante, uma extremidade é amarrada ao caule da planta e a outra é colocada entre 2,00 além disso 2,20 m de altura. As hastes vão sendo isoladas no cordão à medida que vão crescendo.

No cultivo em treliça, as plantas são treinadas com uma ou duas hastes e todos os brotos laterais são eliminados, e quando atingem o arame a gema terminal ou apical também é eliminada, o que permite um maior desenvolvimento dos frutos das partes superiores. Com esta operação o período de produção fica limitado a 50 – 60 dias.

Por este sistema, são cultivadas plantas de crescimento indeterminado ou semideterminado, para evitar que elas se desenvolvam em contato com a terra e, assim, sejam minimizados os problemas com doenças nas folhas e frutos.

As culturas que utilizam este sistema de produção são geralmente plantas de baixo crescimento. Esses frutos são consumidos naturalmente, como maracujá, tomate, feijão verde, chuchu, pepino, entre outros.

Pepino Tutorado
Com a malha tutorial hortomallas. Dá um melhor suporte à sua cultura.

O pepineiro

a planta do pepino é uma trepadeira, tem hábito de crescimento com gavinhas que sustentam a planta na vertical. Com uso de treliça. Isto possibilita a obtenção de frutos de maior qualidade. Facilita os tratos fitossanitários e a colheita.

O estaqueamento deve ser feito imediatamente após o plantio. Usam-se, de 10 em 10 metros na linha de plantio. Estacas fortes de 2,40 metros de comprimento, dos quais 60 centímetros serão enterrados no chão para firmar as extremidades além disso os pontos intermediários das linhas, e varas nas partes intermediárias.

O tutoramento das plantas deverá ser na vertical. Com um fio de arame farpado ou liso nº. 12 unindo o topo das estacas. As estacas das extremidades devem ser mais fortes e devem ficar bem fincadas além disso escoradas, para evitar o tombamento do estaqueamento.

As plantas de pepino são guiadas por uma corda de plástico presas ao solo e amarradas ao cabo de aço; além disso cada planta terá o seu fio guia. O amarrio é feito à medida do crescimento das plantas. Para prender o fio de plástico no chão, pode-se usar uma linha de náilon paralela ao solo. Presa nas estacas ao longo da fileira de plantas ou fixar o fio em pequenas varas (30 cm) fincadas no terreno.

o pepineiro
Graças à malha de hortomallas, proporciona um melhor suporte à planta de pepino, para que não toque no solo, proporcionando uma qualidade superior.

Condução do pepino

A condução das plantas no fio de plástico inicia-se uma semana após o plantio. O pepino comum é plantado rasteiro, sem condução em espaldeiras ou cercas, enquanto que o pepino japonês é cultivado em sistemas tutorados, sejam em espaldeiras, cercas ou caramanchões.

De acordo com as orientações da CEASA-MS, a cultura do pepino, a exemplo de outras cucurbitáceas, prefere clima quente, não suportando temperaturas muito baixas e muito menos geadas, que levam as plantas à morte. Devido a isso, a época de plantio ideal vai de agosto a abril quando plantado a céu aberto, mas também pode ser plantado durante o ano todo em regiões com invernos suaves.

Em cultivo protegido, como guarda-chuvas, planta-se a cultura durante todo o ano. O plantio pode ser feito com semeadura direta na cova ou sulco, mas o mais recomendado é a formação de mudas em bandejas-sementeiras. A vantagem em se produzir as mudas está no maior desenvolvimento inicial das plantas, maior precocidade de produção e menor número de falhas no plantio.

O espaçamento mais utilizado em plantios tutorados (pepino japonês) é de 1,00 m entre linhas e 0,50 a 0,70 m entre plantas, em sistema triangular. Para o pepino comum, o espaçamento mais utilizado é de 2,00 m entrelinhas por 1,00 m entre covas.

Os solos leves. Como os areno-argilosos, são os preferidos para o plantio do pepino, que é uma cultura não muito exigente em fertilidade e produz bem com pH na faixa de 5,5 a 6,5.

malla tutora
Culturas de cucurbitáceas preferem um clima quente.

www.revistacamponegocios.com.br

Marcia Nalesso Costa Harder
Doutora em Agronomia e pesquisadora do Departamento de Alimentos e Nutrição Humana/LAN

Valter Arthur
Professor do Centro de Energia Nuclear na Agricultura da USP

http://www.agrogenes.com.br/2010/07/pepino-no-sistema-tutorado-proporciona.html

Deixe um comentário


Pepino Tutorado

O cultivo do pepino em sistema tutorado é um sistema de cultivo a céu aberto. Onde as plantas crescem apoiadas em estacas de madeira ou bambu, apoiadas por arame, cordões ou fitas.

As estacas são acondicionadas em duas linhas, e o arame suspenso a aproximadamente 1,8 m de altura proporcionando leve inclinação Quando usamos barbante, uma extremidade é amarrada ao caule da planta e a outra é colocada entre 2,00 além disso 2,20 m de altura. As hastes vão sendo isoladas no cordão à medida que vão crescendo.

No cultivo em treliça, as plantas são treinadas com uma ou duas hastes e todos os brotos laterais são eliminados, e quando atingem o arame a gema terminal ou apical também é eliminada, o que permite um maior desenvolvimento dos frutos das partes superiores. Com esta operação o período de produção fica limitado a 50 – 60 dias.

Por este sistema, são cultivadas plantas de crescimento indeterminado ou semideterminado, para evitar que elas se desenvolvam em contato com a terra e, assim, sejam minimizados os problemas com doenças nas folhas e frutos.

As culturas que utilizam este sistema de produção são geralmente plantas de baixo crescimento. Esses frutos são consumidos naturalmente, como maracujá, tomate, feijão verde, chuchu, pepino, entre outros.

Pepino Tutorado
Com a malha tutorial hortomallas. Dá um melhor suporte à sua cultura.

O pepineiro

a planta do pepino é uma trepadeira, tem hábito de crescimento com gavinhas que sustentam a planta na vertical. Com uso de treliça. Isto possibilita a obtenção de frutos de maior qualidade. Facilita os tratos fitossanitários e a colheita.

O estaqueamento deve ser feito imediatamente após o plantio. Usam-se, de 10 em 10 metros na linha de plantio. Estacas fortes de 2,40 metros de comprimento, dos quais 60 centímetros serão enterrados no chão para firmar as extremidades além disso os pontos intermediários das linhas, e varas nas partes intermediárias.

O tutoramento das plantas deverá ser na vertical. Com um fio de arame farpado ou liso nº. 12 unindo o topo das estacas. As estacas das extremidades devem ser mais fortes e devem ficar bem fincadas além disso escoradas, para evitar o tombamento do estaqueamento.

As plantas de pepino são guiadas por uma corda de plástico presas ao solo e amarradas ao cabo de aço; além disso cada planta terá o seu fio guia. O amarrio é feito à medida do crescimento das plantas. Para prender o fio de plástico no chão, pode-se usar uma linha de náilon paralela ao solo. Presa nas estacas ao longo da fileira de plantas ou fixar o fio em pequenas varas (30 cm) fincadas no terreno.

o pepineiro
Graças à malha de hortomallas, proporciona um melhor suporte à planta de pepino, para que não toque no solo, proporcionando uma qualidade superior.

Condução do pepino

A condução das plantas no fio de plástico inicia-se uma semana após o plantio. O pepino comum é plantado rasteiro, sem condução em espaldeiras ou cercas, enquanto que o pepino japonês é cultivado em sistemas tutorados, sejam em espaldeiras, cercas ou caramanchões.

De acordo com as orientações da CEASA-MS, a cultura do pepino, a exemplo de outras cucurbitáceas, prefere clima quente, não suportando temperaturas muito baixas e muito menos geadas, que levam as plantas à morte. Devido a isso, a época de plantio ideal vai de agosto a abril quando plantado a céu aberto, mas também pode ser plantado durante o ano todo em regiões com invernos suaves.

Em cultivo protegido, como guarda-chuvas, planta-se a cultura durante todo o ano. O plantio pode ser feito com semeadura direta na cova ou sulco, mas o mais recomendado é a formação de mudas em bandejas-sementeiras. A vantagem em se produzir as mudas está no maior desenvolvimento inicial das plantas, maior precocidade de produção e menor número de falhas no plantio.

O espaçamento mais utilizado em plantios tutorados (pepino japonês) é de 1,00 m entre linhas e 0,50 a 0,70 m entre plantas, em sistema triangular. Para o pepino comum, o espaçamento mais utilizado é de 2,00 m entrelinhas por 1,00 m entre covas.

Os solos leves. Como os areno-argilosos, são os preferidos para o plantio do pepino, que é uma cultura não muito exigente em fertilidade e produz bem com pH na faixa de 5,5 a 6,5.

malla tutora
Culturas de cucurbitáceas preferem um clima quente.

www.revistacamponegocios.com.br

Marcia Nalesso Costa Harder
Doutora em Agronomia e pesquisadora do Departamento de Alimentos e Nutrição Humana/LAN

Valter Arthur
Professor do Centro de Energia Nuclear na Agricultura da USP

http://www.agrogenes.com.br/2010/07/pepino-no-sistema-tutorado-proporciona.html

Deixe um comentário


  1. Olá gostei muito da exposiçao nesse artigo, infelizmente não consegui imprimir voces podem por gentiliza enviar para meu email pessoal jnegromf@gmail.com . Agradecido

  2. teremos prazer em nos comunicar o mais breve possível ou enviaremos informações para o seu e-mail

    bom Dia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

cuadro verdePesquisar tópico de interesse

IrArriba