USA, FL (904) 436-1577
  • Argentina Argentina: +54 (11) 5984-1811
  • Brazil Brazil: +55 (21) 3500-1548
  • Chile Chile: +56 (22) 581-4899
  • Spain España: +34 (95) 093-0069
  • Guatemala Guatemala: (502) 2268 1204
  • Mexico Mexico: +52 (33) 1031-2220
  • Panama Panama: +507 (7) 833-9707
  • Peru Peru: +51 (1) 709-7918
  • United States United States: +1 (904) 250-0943

Pepino no sistema tutorado proporciona maior produtividade

Pepino Tutorado

O cultivo do pepino em sistema tutorado é um sistema de cultivo a céu aberto, onde as plantas crescem apoiadas em estacas de madeira ou bambu, apoiadas por arame, cordões ou fitas.As estacas são acondicionadas em duas linhas, e o arame suspenso a aproximadamente 1,8 m de altura, proporcionando leve inclinação. Quando são utilizados o cordão ou fita, uma das extremidades é amarrada na própria haste da planta e a outra presa em um arame colocado entre 2,00 e 2,20 m de altura. As hastes vão sendo isoladas no cordão à medida que vão crescendo.No cultivo tutorado, as plantas podem ser conduzidas com uma ou duas hastes e todas as brotações laterais são eliminadas, e quando atingem o arame o broto terminal ou apical é também eliminado para possibilitar maior desenvolvimento dos frutos das peças superiores. Com esta operação o período de produção fica limitado a 50 – 60 dias.Por este sistema, são cultivadas plantas de crescimento indeterminado ou semideterminado, para evitar que elas se desenvolvam em contato com a terra e, assim, sejam minimizados os problemas com doenças nas folhas e frutos.As culturas que se utilizam desse sistema de produção são, normalmente, plantas rasteiras, cujos frutos são consumidos ao natural, como maracujá, tomate, feijão-vagem, bucha vegetal, chuchu, pepino, dentre outras.O pepineiroDe acordo com a Emater – MG, a planta do pepino é uma trepadeira e possui hábito de crescimento com gavinhas que sustentam a planta na posição vertical, com o uso de tutores. Isto possibilita a obtenção de frutos de maior qualidade, facilita os tratos fitossanitários e a colheita.O estaqueamento deve ser feito imediatamente após o plantio. Usam-se, de 10 em 10 metros na linha de plantio, estacas fortes de 2,40 metros de comprimento, dos quais 60 centímetros serão enterrados no chão para firmar as extremidades e os pontos intermediários das linhas, e varas nas partes intermediárias.O tutoramento das plantas deverá ser na vertical, com um fio de arame farpado ou liso nº. 12 unindo o topo das estacas. As estacas das extremidades devem ser mais fortes e devem ficar bem fincadas e escoradas, para evitar o tombamento do estaqueamento.As plantas do pepino são conduzidas por um fio de plástico esticado, preso no chão e amarrado ao fio de arame; e cada planta terá o seu fio guia. O amarrio é feito à medida do crescimento das plantas. Para prender o fio de plástico no chão, pode-se usar uma linha de náilon paralela ao solo, presa nas estacas ao longo da fileira de plantas ou fixar o fio em pequenas varas (30 cm) fincadas no terreno.Condução do pepinoA condução das plantas no fio de plástico inicia-se uma semana após o plantio. O pepino comum é plantado rasteiro, sem condução em espaldeiras ou cercas, enquanto que o pepino japonês é cultivado em sistemas tutorados, sejam em espaldeiras, cercas ou caramanchões.De acordo com as orientações da CEASA-MS, a cultura do pepino, a exemplo de outras cucurbitáceas, prefere clima quente, não suportando temperaturas muito baixas e muito menos geadas, que levam as plantas à morte. Devido a isso, a época de plantio ideal vai de agosto a abril quando plantado a céu aberto, mas também pode ser plantado durante o ano todo em regiões com invernos suaves.Em cultivo protegido, como guarda-chuvas, planta-se a cultura durante todo o ano. O plantio pode ser feito com semeadura direta na cova ou sulco, mas o mais recomendado é a formação de mudas em bandejas-sementeiras. A vantagem em se produzir as mudas está no maior desenvolvimento inicial das plantas, maior precocidade de produção e menor número de falhas no plantio.O espaçamento mais utilizado em plantios tutorados (pepino japonês) é de 1,00 m entre linhas e 0,50 a 0,70 m entre plantas, em sistema triangular. Para o pepino comum, o espaçamento mais utilizado é de 2,00 m entrelinhas por 1,00 m entre covas.Os solos leves, como os areno-argilosos, são os preferidos para o plantio do pepino, que é uma cultura não muito exigente em fertilidade e produz bem com pH na faixa de 5,5 a 6,5.www.revistacamponegocios.com.brMarcia Nalesso Costa Harder Doutora em Agronomia e pesquisadora do Departamento de Alimentos e Nutrição Humana/LANValter Arthur Professor do Centro de Energia Nuclear na Agricultura da USPhttp://www.agrogenes.com.br/2010/07/pepino-no-sistema-tutorado-proporciona.html

Hortomallas Hortomallas

HORTOMALLAS manufactures and markets crop support nettings (trellising and tutoring as alternatives to the raffia twine labor intensive traditional system) that increase crop quality. Our Mission is to: INCREASE VEGETABLE CROP YIELD AND PROFITABILITY TO ALL THOSE VEGETABLES THAT NEED TUTORING AND SUPPORT USING NETTING INSTEAD OF RAFFIA. Since 1994 we help professional growers and farmers improve their cucumber, tomatoes, melon, zucchini, bean, chile, peppers crops where trellises and supports are needed. HORTOMALLAS is the ideal system for cucurbitacea and solonacea to improve their phytosanitary conditions, while increasing the solar exposure and the brix degrees. Besides the obvious labor costs savings, the use of HORTOMALLAS increases the life span of the plant, allowing longer periods of harvests and of a greater quality. Call us, our crop specialists will help you with specialized attention in the Americas and the Iberian Peninsula!

Leave a comment

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.