menu
Buscar:
Panal
Abeja Abeja Abeja Abeja
Galería
Videos
Artículos
Whatsapp
Mail
Chat
Malha/Rede Tutora HORTOMALLAS no Cultivo de Flores.

Malha/Rede Tutora HORTOMALLAS no Cultivo de Flores.

Tutorar o cultivo de flores permite cortes direitos e bem pagos

O uso de malha/rede tutora HORTOMALLAS® no Cultivo de Flores é um elemento essencial para o sucesso do floricultor.

Em margaritas e guerreiras o uso de malha/rede tutora HORTOMALLAS® economiza centenas de horas que seriam necessárias no tecido da quadricula do suporte.

O canteiro/passeio de cultivo de flores é preferível ser feito com uma elevação de 15 a 20 cm do solo, com dimensões de 1,05 m de largura e corredores de 0,45 m, sobre os quais, opcionalmente, é colocada uma malha/rede tutora de quatro quadrados/caixas de 25 x 25 cm, que servirá como guia para a plantação.

Para o bom aproveitamento comercial das inflorescências, bom estado de limpeza da panícula e a retidão do caule/talo, o tutoramento é uma prática imprescindível. Entre os arcos, pode ser colocada uma malha/rede tutora de quadrados/caixas de 20 x 20 ou 15 x 15 cm, localizada a cerca de 20 cm do solo, que pode ser feita de arame, de macarrão de plástico ou de fio; é necessário pensar que o cultivo, se for muito forte e não se cortarem os brotos, pode levantar as malhas/redes de material mais fraco. Em seguida, acima da malha/rede tutora, e deixando 25 a 30 cm entre eles, os tutores laterais serão colocados ao longo da bancada, em ambos os lados da mesma, com um mínimo de 3 a 4 esticadores. Para evitar, tanto quanto possível, que a planta se deite dentro da estrutura do tutoramento, são colocados dois esticadores no centro do arco, separados entre si com uma distância de 20 a 30 cm. Também é muito importante manter os corredores libres de caules/talos, para que não sejam partidos quando se passa, assim como facilitar a ventilação entre canteiros que é muito necessário devido à profusão da vegetação das plantas.

Cultivo de cravos com malha/rede HORTOMALLAS® de suporte/apoio até ao solo/chão

O tutoramento será feito com uma única malha/rede para tutoria de flores, que se irá subindo ao ritmo do cultivo, com dois quadrados/caixas de 50 por 50 cm ou três de 33 por 33 cm, que complementarão a malha/rede de plantação  no cultivo de flores.

O sistema de plantação tradicional em canteiros de 1,05 m, com o qual se pode aproveitar as estufas e suas infraestruturas (irrigação, treliças, arcos, etc.) que são deixados pelos cultivos de cravos, é planificado para ficar elevado de 15 a 20 cm acima dos corredores de 0,45 m, sobre os quais se colocam duas malhas/redes para tutoramento de 7 quadrados/caixas de 15 x 15 cm, separados entre si por um mínimo de 30 cm. Deve ser feito um fundo bastante profundo, com cerca de 40 a 50 cm para causar sua aeração. Seis fileiras de plantas serão colocadas no sistema anterior, três de ambos os lados do canteiro, com a linha central da malha/rede tutora livre. A situação das plantas nas linhas é em quadrados/caixas alternados em cada bolo de três linhas. De acordo com este esquema, é alcançada uma densidade de plantação de aproximadamente 24 plantas/metro linear de canteiro de cultivo e 15 plantas /m2 cobertas com estufa. Outra possibilidade, se se deseja proporcionar à planta um habitat maior, consiste em eliminar 50% dos golpes nas fileiras/linhas interiores de cada bloco de três, com os quais a densidade de plantação baixaria para 21 plantas/m linear de canteiro.

Um sistema de plantação alternativo consiste em plantar em um canteiro de 0,75 m de largura e corredores de 0,50 m. Neste caso, seria usada uma malha/rede de 5 quadrados/caixas de 15 x 15 cm, plantando em duas linhas emparelhadas em ambos os lados do canteiro, usando todos os quadrados/caixas da malha/rede tutora, exceto o central que ficará livre. Desta forma, é alcançada uma densidade de plantação de aproximadamente 26 plantas/m linear de canteiro e 15 plantas/m2 cobertas com estufa.

Cama de cravos com malha/rede tutora HORTOMALLAS
Cama de cravos com malha/rede tutora HORTOMALLAS®

Os materiais vegetais são mudas enraizadas em turfa e perlita, plantadas superficialmente, enterrando levemente o torrão de raízes, garantindo que estejam em bom contato como solo. Devem ser tratados com cautela, para que não sofram grandes quedas térmicas. Na recepção, serão colocados em locais frescos e com sombra, sendo transplantados preferencialmente à tarde, quando as temperaturas baixam.

O solidago pode ser plantado durante todo o ano, com instalações e apoio térmico adequados, embora não sejam aconselháveis plantações com baixas temperaturas, pelo que as datas ideais são a primavera e o verão.

Região de Múrcia Ministério da Agricultura e Água Josefa López Marín Miguel Romero González Alberto González Benavente-García Laura Guerrero Abellón

Tutorar o cultivo de flores permite cortes direitos e bem pagos

O uso de malha/rede tutora HORTOMALLAS® no Cultivo de Flores é um elemento essencial para o sucesso do floricultor.

Em margaritas e guerreiras o uso de malha/rede tutora HORTOMALLAS® economiza centenas de horas que seriam necessárias no tecido da quadricula do suporte.

O canteiro/passeio de cultivo de flores é preferível ser feito com uma elevação de 15 a 20 cm do solo, com dimensões de 1,05 m de largura e corredores de 0,45 m, sobre os quais, opcionalmente, é colocada uma malha/rede tutora de quatro quadrados/caixas de 25 x 25 cm, que servirá como guia para a plantação.

Para o bom aproveitamento comercial das inflorescências, bom estado de limpeza da panícula e a retidão do caule/talo, o tutoramento é uma prática imprescindível. Entre os arcos, pode ser colocada uma malha/rede tutora de quadrados/caixas de 20 x 20 ou 15 x 15 cm, localizada a cerca de 20 cm do solo, que pode ser feita de arame, de macarrão de plástico ou de fio; é necessário pensar que o cultivo, se for muito forte e não se cortarem os brotos, pode levantar as malhas/redes de material mais fraco. Em seguida, acima da malha/rede tutora, e deixando 25 a 30 cm entre eles, os tutores laterais serão colocados ao longo da bancada, em ambos os lados da mesma, com um mínimo de 3 a 4 esticadores. Para evitar, tanto quanto possível, que a planta se deite dentro da estrutura do tutoramento, são colocados dois esticadores no centro do arco, separados entre si com uma distância de 20 a 30 cm. Também é muito importante manter os corredores libres de caules/talos, para que não sejam partidos quando se passa, assim como facilitar a ventilação entre canteiros que é muito necessário devido à profusão da vegetação das plantas.

Cultivo de cravos com malha/rede HORTOMALLAS® de suporte/apoio até ao solo/chão

O tutoramento será feito com uma única malha/rede para tutoria de flores, que se irá subindo ao ritmo do cultivo, com dois quadrados/caixas de 50 por 50 cm ou três de 33 por 33 cm, que complementarão a malha/rede de plantação  no cultivo de flores.

O sistema de plantação tradicional em canteiros de 1,05 m, com o qual se pode aproveitar as estufas e suas infraestruturas (irrigação, treliças, arcos, etc.) que são deixados pelos cultivos de cravos, é planificado para ficar elevado de 15 a 20 cm acima dos corredores de 0,45 m, sobre os quais se colocam duas malhas/redes para tutoramento de 7 quadrados/caixas de 15 x 15 cm, separados entre si por um mínimo de 30 cm. Deve ser feito um fundo bastante profundo, com cerca de 40 a 50 cm para causar sua aeração. Seis fileiras de plantas serão colocadas no sistema anterior, três de ambos os lados do canteiro, com a linha central da malha/rede tutora livre. A situação das plantas nas linhas é em quadrados/caixas alternados em cada bolo de três linhas. De acordo com este esquema, é alcançada uma densidade de plantação de aproximadamente 24 plantas/metro linear de canteiro de cultivo e 15 plantas /m2 cobertas com estufa. Outra possibilidade, se se deseja proporcionar à planta um habitat maior, consiste em eliminar 50% dos golpes nas fileiras/linhas interiores de cada bloco de três, com os quais a densidade de plantação baixaria para 21 plantas/m linear de canteiro.

Um sistema de plantação alternativo consiste em plantar em um canteiro de 0,75 m de largura e corredores de 0,50 m. Neste caso, seria usada uma malha/rede de 5 quadrados/caixas de 15 x 15 cm, plantando em duas linhas emparelhadas em ambos os lados do canteiro, usando todos os quadrados/caixas da malha/rede tutora, exceto o central que ficará livre. Desta forma, é alcançada uma densidade de plantação de aproximadamente 26 plantas/m linear de canteiro e 15 plantas/m2 cobertas com estufa.

Cama de cravos com malha/rede tutora HORTOMALLAS
Cama de cravos com malha/rede tutora HORTOMALLAS®

Os materiais vegetais são mudas enraizadas em turfa e perlita, plantadas superficialmente, enterrando levemente o torrão de raízes, garantindo que estejam em bom contato como solo. Devem ser tratados com cautela, para que não sofram grandes quedas térmicas. Na recepção, serão colocados em locais frescos e com sombra, sendo transplantados preferencialmente à tarde, quando as temperaturas baixam.

O solidago pode ser plantado durante todo o ano, com instalações e apoio térmico adequados, embora não sejam aconselháveis plantações com baixas temperaturas, pelo que as datas ideais são a primavera e o verão.

Região de Múrcia Ministério da Agricultura e Água Josefa López Marín Miguel Romero González Alberto González Benavente-García Laura Guerrero Abellón

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cuadro verdePesquisar tópico de interesse