menu
Buscar:
Panal
Abeja
Curva
Galería
Videos
Artículos
Whatsapp
Mail
Chat
Doenças do cultivo de pepino.

Doenças do cultivo de pepino.

A utilização da malha treliça na fase de tutoramento reduz as doenças cultivo de pepino.

O cultivo do pepino é cada vez mais importante na esfera económica isto devido á agricultura ser considerada uma actividade desta área. Para que o agricultor possa obter maiores benefícios. Do seu cultivo de cucumis sativus, deve assegurar-se de lhe proporcionar as melhores condições. Para o seu desenvolvimento, por exemplo. Implementar melhorias em suas práticas agrícolas. Para evitar ou reduzir os danos para a planta.

Uma prática agrícola excelente é a tutoria de cultivos. Que tradicionalmente se realiza com ráfia agrícola. Mas a malha treliça veio substituir esta forma de tutoria. Este cultivo pode ser atacado por vários tipos de doenças estas doenças são geradas por micro-organismos. Tais como fungos além disso bactérias. Estes micro-organismos requerem certas condições para se desenvolverem. Se o agricultor não se preocupa com a redução das condições favoráveis para os organismos patogênico. Este pode ser vítima do ataque de doenças.

Eficiência das malhas treliças para evitar ou reduzir a incidência de doenças

Se utilizar malhas treliças como suporte para o seu cultivo, oferece melhores condições para o desenvolvimento adequado do mesmo além disso reduz a incidência das seguintes doenças:

Míldio cultivo de pepino

Esta é uma doença foliar, além disso provocada pelo fungo Pseudoperonospora cubensis. Este fungo precisa de longos períodos de umidade para se activar, tais como o orvalho da noite. Os sintomas percebem-se, principalmente, nas folhas com 5 a 15 dias de idade. O feixe tem manchas desde ligeiramente cloróticas a amarelo brilhante; na parte de trás, as manchas apresentam uma cor mais clara, mas em alguns casos chega a necrosar-se.

Se de manhã, se observa na parte de trás umidade á volta da mancha, isto significa que o fungo está activo. Se o clima for favorável, o fungo, desenvolve as suas estruturas reprodutivas (esporângios), dando á folha um aspeto lanoso, tendo uma cor de cinza para roxo. Quando a doença é muito forte, o fungo invade completamente a folha tornando-a necrótica, expondo o fruto aos raios solares provocando-lhe lesões, reduzindo a produção quanto á sua qualidade além disso quantidade. Este fungo pode se deslocar para outras folhas através do vento, salpique, trabalhadores além disso ferramentas agrícolas. Pode-se controlar quimicamente com Morfolina mais Ditiocarbamato.

Oídio Esta doença é de baixa incidência no cultivo de cucurbitáceas, mas se as condições adequadas estão presentes.

A doença se desenvolve não só nas folhas, mas também no pecíolo e caules, observando-se manchas brancas redondas com especto talcoso. Estas manchas podem ser observadas a desenvolver-se no tecido e são formadas pelo micélio assim como por estruturas reprodutivas de fungos Sphaerotheca fulligineae e Erysiphe cichoracearum.

Doenças do pepino

Este patógeno na época do verão e mais destructivo devido á seca, o vento é o meio de dispersão, contagiando assim novas plantas. Como controle químico são recomendados; Cyproconazole, Azoxystrobin, Enxofre, Tebuconazole, Tebuconazole+Triadimenol, Difenoconazol. Amortecimento Este patógeno além disso provocado por: Phytophthora spp., Pythium spp. e Fusarium spp., que são fungos habitantes naturais do solo. Os sintomas que apresentam são; problemas na planta no momento da germinação, as plantas jovens murcham, o fruto apodrece se está em contacto com o solo. Pode utilizar Carbendazim, Thiabendazole e Propamocarb como um controle químico.

Mancha Angular cultivo do pepino

Esta doença e causada pela bactéria Pseudomonas syringae, as lesões aparecem nas folhas, no ponto angular, mas começa com pontos úmidos e as partes inferiores são de cor cinza aquoso, podem apresentar um caule amarelo e a parte afetada seca-se tornando o tecido fino e frágil que acaba por cair. O fruto só e afetado superficialmente. Esta doença contamina novas plantas por transmissão mecânica, através de trabalhadores ou ferramentas contaminadas. Pode ser tratada quimicamente com cobre e antibióticos.

Importância do tutoramento

Como podemos observar, o fator que desencadeia o ataque dos principais patógenos é basicamente a umidade, muitas vezes causada por um mau sistema de tutoramento, algumas medidas que podem ajudar a reduzir as probabilidades de estas afeções, são: evitar a acumulação de umidade com bons sistemas de drenagem, ligeiros regos e solos bem preparados;

cultivo de pepino
Tutorar Feijão Verde com malha tutora HORTOMALLAS® após um ciclo de pepino rotação de cultivos; cultivo do pepino

 

a utilização de malhas treliças HORTOMALLAS® oferecem um suporte vertical, evitando que o cultivo esteja em contacto com o solo e longe da umidade, mas ao mesmo tempo permitindo que o cultivo tenha um melhor arejamento, isto para evitar que fique exposto a longos períodos de umidade que facilitam o contagio de patógenos. Além de diminuir a umidade, as malhas tutoras HORTOMALLAS® permitem reduzir a mão-de-obra e tornar as atividades mais práticas, por este motivo reduz o contato dos trabalhadores com o cultivo e possíveis fontes de contágio. Referências Manual de produção de pepino. Abril de 2007. USAID-RED. Para ver mais patógenos, doenças e pragas que afetam o cultivo e plantas de pepino veja este link:

Biol. Diana Jimenez

A utilização da malha treliça na fase de tutoramento reduz as doenças cultivo de pepino.

O cultivo do pepino é cada vez mais importante na esfera económica isto devido á agricultura ser considerada uma actividade desta área. Para que o agricultor possa obter maiores benefícios. Do seu cultivo de cucumis sativus, deve assegurar-se de lhe proporcionar as melhores condições. Para o seu desenvolvimento, por exemplo. Implementar melhorias em suas práticas agrícolas. Para evitar ou reduzir os danos para a planta.

Uma prática agrícola excelente é a tutoria de cultivos. Que tradicionalmente se realiza com ráfia agrícola. Mas a malha treliça veio substituir esta forma de tutoria. Este cultivo pode ser atacado por vários tipos de doenças estas doenças são geradas por micro-organismos. Tais como fungos além disso bactérias. Estes micro-organismos requerem certas condições para se desenvolverem. Se o agricultor não se preocupa com a redução das condições favoráveis para os organismos patogênico. Este pode ser vítima do ataque de doenças.

Eficiência das malhas treliças para evitar ou reduzir a incidência de doenças

Se utilizar malhas treliças como suporte para o seu cultivo, oferece melhores condições para o desenvolvimento adequado do mesmo além disso reduz a incidência das seguintes doenças:

Míldio cultivo de pepino

Esta é uma doença foliar, além disso provocada pelo fungo Pseudoperonospora cubensis. Este fungo precisa de longos períodos de umidade para se activar, tais como o orvalho da noite. Os sintomas percebem-se, principalmente, nas folhas com 5 a 15 dias de idade. O feixe tem manchas desde ligeiramente cloróticas a amarelo brilhante; na parte de trás, as manchas apresentam uma cor mais clara, mas em alguns casos chega a necrosar-se.

Se de manhã, se observa na parte de trás umidade á volta da mancha, isto significa que o fungo está activo. Se o clima for favorável, o fungo, desenvolve as suas estruturas reprodutivas (esporângios), dando á folha um aspeto lanoso, tendo uma cor de cinza para roxo. Quando a doença é muito forte, o fungo invade completamente a folha tornando-a necrótica, expondo o fruto aos raios solares provocando-lhe lesões, reduzindo a produção quanto á sua qualidade além disso quantidade. Este fungo pode se deslocar para outras folhas através do vento, salpique, trabalhadores além disso ferramentas agrícolas. Pode-se controlar quimicamente com Morfolina mais Ditiocarbamato.

Oídio Esta doença é de baixa incidência no cultivo de cucurbitáceas, mas se as condições adequadas estão presentes.

A doença se desenvolve não só nas folhas, mas também no pecíolo e caules, observando-se manchas brancas redondas com especto talcoso. Estas manchas podem ser observadas a desenvolver-se no tecido e são formadas pelo micélio assim como por estruturas reprodutivas de fungos Sphaerotheca fulligineae e Erysiphe cichoracearum.

Doenças do pepino

Este patógeno na época do verão e mais destructivo devido á seca, o vento é o meio de dispersão, contagiando assim novas plantas. Como controle químico são recomendados; Cyproconazole, Azoxystrobin, Enxofre, Tebuconazole, Tebuconazole+Triadimenol, Difenoconazol. Amortecimento Este patógeno além disso provocado por: Phytophthora spp., Pythium spp. e Fusarium spp., que são fungos habitantes naturais do solo. Os sintomas que apresentam são; problemas na planta no momento da germinação, as plantas jovens murcham, o fruto apodrece se está em contacto com o solo. Pode utilizar Carbendazim, Thiabendazole e Propamocarb como um controle químico.

Mancha Angular cultivo do pepino

Esta doença e causada pela bactéria Pseudomonas syringae, as lesões aparecem nas folhas, no ponto angular, mas começa com pontos úmidos e as partes inferiores são de cor cinza aquoso, podem apresentar um caule amarelo e a parte afetada seca-se tornando o tecido fino e frágil que acaba por cair. O fruto só e afetado superficialmente. Esta doença contamina novas plantas por transmissão mecânica, através de trabalhadores ou ferramentas contaminadas. Pode ser tratada quimicamente com cobre e antibióticos.

Importância do tutoramento

Como podemos observar, o fator que desencadeia o ataque dos principais patógenos é basicamente a umidade, muitas vezes causada por um mau sistema de tutoramento, algumas medidas que podem ajudar a reduzir as probabilidades de estas afeções, são: evitar a acumulação de umidade com bons sistemas de drenagem, ligeiros regos e solos bem preparados;

cultivo de pepino
Tutorar Feijão Verde com malha tutora HORTOMALLAS® após um ciclo de pepino rotação de cultivos; cultivo do pepino

 

a utilização de malhas treliças HORTOMALLAS® oferecem um suporte vertical, evitando que o cultivo esteja em contacto com o solo e longe da umidade, mas ao mesmo tempo permitindo que o cultivo tenha um melhor arejamento, isto para evitar que fique exposto a longos períodos de umidade que facilitam o contagio de patógenos. Além de diminuir a umidade, as malhas tutoras HORTOMALLAS® permitem reduzir a mão-de-obra e tornar as atividades mais práticas, por este motivo reduz o contato dos trabalhadores com o cultivo e possíveis fontes de contágio. Referências Manual de produção de pepino. Abril de 2007. USAID-RED. Para ver mais patógenos, doenças e pragas que afetam o cultivo e plantas de pepino veja este link:

Biol. Diana Jimenez

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

cuadro verdePesquisar tópico de interesse

IrArriba