USA, FL +1 (904) 250-0943
  • Brazil Brazil: +55 (11) 3181-7860
  • Spain España: +34 (95) 093-0069
  • Guatemala Guatemala: (502) 2268 1204
  • Mexico Mexico: +52 (33) 1031-2220
  • Mexico Mexico: 01 800 PA MALLA
  • United States United States: +1 (727) 379-2756
  • United States United States: 1 877 CROP NET
  • United States United States: +1 (904) 250-0943
  • (Atención en Español)

DOENÇAS DA PIMENTA E DOS PIMENTÕES

AS DOENÇAS DA PIMENTA E O TUTORAMENTO

Na busca de processos que nos permitem aumentar a produtividade é onde o sistema de tutoramento com a malha pode nos oferecer uma grande vantagem competitiva para prevenir as doenças da pimenta. Uma razão de isto é a simplicidade da sua instalação e os benefícios que o seu uso representa nos cultivos de qualquer planta que necessita suporte. Atualmente são muitos os produtores que testemunham as vantagens da sua instalação, como por exemplo, reduzir o contágio de doenças da pimenta que também atacam outras solanáceas e também nos ajuda a diminuir a inversão da mão de obra, se convertendo na eleição principal de tutoramento para os agricultores modernos.

Dessa maneira como grandes e pequenas propriedades podem aumentar seus rendimentos e obter ganâncias maiores, implantando um sistema de baixo custo e com fácil aplicação.

IMPORTANCIA DA PIMENTA NO MÉXICO

 doenças pimenta

A profilaxia em Chiles é possível através do uso de grades de malha HORTOMALLAS

A prevenção de doenças da pimenta é possível graças ao uso da malha de tutoramento HORTOMALLAS

Depois da tortilla a pimenta é provavelmente o segundo ingrediente mais importante da gastronomia mexicana, dando seu sabor e ardor característicos e formando parte importante da nossa cultura.

Se estima que a produção anual de capsicum é maior que 3 milhões de hectares e atualmente México se mantém como maiores produtores na produção mundial, em 2013 sendo o primeiro lugar na produção de pimentas verdes com 2.294.000 toneladas, representando 32% da produção mundial (SIAP 2013) de este vegetal. De essa maneira é como o México abastece os mercados internacionais com pimenta verde, como Estados Unidos, Japão, Canadá, Reino Unido e Alemanha.

A MALHA PARA TUTORAMENTO E SEUS BENEFÍCIOS

Assim como em tomate, o cultivo de outras solanáceas se beneficia com a malha para tutoramento HORTOMALLAS ao reduzir a transmissão mecânica de doenças de pimenta e pimentão.

Doenças pimenta e treliças de malha

Como no tomate, o cultivo de outra Solanaceae você se beneficia de malha HORTOMALLAS entutorar, reduzindo a transmissão mecânica de doenças pimentões e pimentas.

Independentemente do lugar onde se produza as pragas e doenças da pimenta que atacam também outros cultivos, são uma ameaça sempre latente que pode ameaçar seriamente o rendimento do cultivo.

O ideal, como em muitos casos é a prevenção. Utilizar um bom plano de gestão integral que incorpore práticas culturais que evitem problemas com pragas e quebrem os ciclos de vida dos patógenos como os fungos, bactérias ou vírus, que causam as doenças da pimenta e outras hortaliças. O método deve estar principalmente na prevenção e depois na gestão.

doenças da pimenta

Trabalho torna-se um vetor de transmissão de patógenos, reduzindo assim a incidência do trabalho manual usando HORTOMALLAS ajuda a reduzir doenças em hortaliças.

Por isso a implantação de práticas que sejam muito simples de implantar e ajudam a melhorar o rendimento do nosso cultivo nos resulta de grande interesse.

Uma de estas práticas convenientes é o tutoramento com malha para tutoramento. Esse sistema de suporte utilizado em grande parte das variedades de hortaliças e legumes é usado como substituto da ráfia ou o antigo método de cultivo em piso. Ambos representam sistemas de baixa eficiência e proporcionam o contagio de doenças entre pimentas, tomates, pepinos.

O Tutelado e doenças de pimenta

Exemplo de treliça malha dupla parede. Este sistema reduz a incidência de patógenos mecanicamente transmitido

Relacionado ao que foi mencionado anteriormente podemos somar a fácil instalação, sendo que só requer 2 homens para instalar 1 hectare de malha em aproximadamente um dia e meio. Além disso, o sistema com malha para tutoramento facilita muito os trabalhos de colheita e aplicação de agrotóxicos como os fertilizantes e pesticidas.

Outra das características que convertem a malha em uma grande opção de suporte, é que graças a redução de mão de obra que a sua instalação requer, evitamos o contágio mecânico de doenças da pimenta ocasionadas pela transferência entre plantas de patógenos como os fungos, bactérias e vírus que podem ser passados através do contato com os trabalhadores com as planta, seja de forma direta ou indireta por meio de ferramentas. Além de reduzir o contágio de doenças da pimenta nos ajuda a evitar que haja diminuição de até 18% do rendimento que é possível observar em plantações com suporte de ráfia, como já está comprovado em diversos estudos em relação a diminuição de rendimento por efeito do estresse mecânico.

PREVININDO DOENÇAS DA PIMENTA

As doenças da pimenta mais comuns nos pimentões, é onde as malhas de tutoramento podem nos trazer uma vantagem e nos ajudar a prevenir o contágio delas. Algumas de dessas doenças são as seguintes:

Mancha Bacteriana (Xanthomonas campestris pv. Vesicatoria)

Mancha bacteriana é uma doença de pimenta

Mancha-bacteriana é transmitida por sementes; É espalhada pela chuva, orvalho, vento, etc., e predomina em áreas quentes e húmidas

A mancha bacteriana se transmite por semente, se propaga por luvas, orvalho, vento, etc. Predomina em lugares quentes e úmidos.

  • Sintomas aos 15 dias depois de inocular;
  • Aparecem manchas no verso das folhas como uma espécie de halo amarelado, lesões marrons e necróticas;
  • As folhas que são severamente afetadas podem cair;
  • Pústulas em caules lenhosos pretos ou marrons;
  • Os transplantes infectados no campo normalmente perdem todas as folhas de uma vez, menos as superiores.

Antracnose em pimenta (Colletotrichum spp.)

doenças pimenta

aracnosis en pimientos y chiles

(Colletotrichum capsici, C. gloeosporiodes, Colletotrichum spp.)

Antracnose em pimentão e pimento

  • Maior incidência em dias chuvosos ou períodos com irrigação excessiva;
  • Frutos verdes são os mais afetados;
  • Deterioração na qualidade do fruto, mostrando sintomas em pós-colheita;
  • Manchas circulares nos frutos no início parecendo hematomas aquosos que se estendem com rapidez;
  • Lesões profundas e de cor roxo escuro a bronze ou preto;
  • Em infecções avançadas aparecem esporos com cor salmão dispersos ou em anéis concêntricos.

Podridão cinzenta (Botrytis cinerea)

Mofo branco (Sclerotinia sclerotiorum)

Podridão cinzenta

doenças de pimenta

Esse é um exemplo de botrytis que poderia ser evitado com um manejo adequado do suporte de pimenta.

Mofo Branco

doenças pimenta

mofo branco em pimentas

Mofo branco em pimenta

  1. cinerea
  • Alta umidade e temperatura entre 18ºC – 20ºC favorecem o contágio;
  • Penetra através de feridas;
  • Lesões em caules no nível do solo ou por baixo que se tornam marrom ou esbranquiçado e desenvolve um hematoma.

Se contagia por meio de esporo que sobrevivem nos tecidos mortos dos cultivos anteriores podendo contagiar a planta completa.

Sclerotinia sclerotiorum

  • Fungo polífago que ataca a maioria dos cultivos hortícolas;
  • Culpado do “damping-off” ou tombamento em plântulas;
  • Começa a partir de escleródios (esporos) do solo que são de infecções anteriores;
  • Desenvolvem-se em condições de alta umidade;
  • Apresentam-se como mofo suave, inodoro e aquoso, que posteriormente se seca dependendo da suculência dos tecidos afetados, se cobrindo de um micélio lanoso branco;
  • Alta umidade e temperatura entre 18ºC – 20ºC favorecem o contágio.

REQUEIMA (Phytophthora capsici)

doenças pimenta

Phytophthora em pimenta pode ser diminuído permitindo uma boa ventilação e diminuindo a intervenção das mãos dos trabalhadores.

  • Doenças por fundo que se origina no solo;
  • Os sintomas podem se confundir com asfixia radicular;
  • Alta umidade favorece o contágio;
  • Afeta principalmente a raiz provocando que a planta não possa absorver H2O nem nutrientes;
  • A planta sobre a terra se murcha sem amarelamento prévio;
  • Nas raízes se produz um mofo que se manifesta com um engrossamento.

VÍRUS DO MOSAICO DO TABACO

doenças de pimenta com HORTOMALLAS

Ele pode prevenir a transmissão mecânica do vírus usando malha de treliça.

  • Vírus mais comum e amplamente estendido no mundo;
  • Infeta a várias espécies pertencentes da família das solanáceas;
  • Persiste e continua sendo infeccioso durante anos em resíduos dos cultivos;
  • Principal forma de transmissão mecânica a través dos trabalhadores;
  • Pode ser transmitido por vetores como insetos, nematóides ou fungos.

Os sintomas mais comuns nas pimentas são:

  • Nódulos e amarelamento em forma de mosaico nas folhas;
  • Pode produzir deformações e necrose nas folhas, brotos e frutos ocasionando a morte dos caules.

Por toda a informação anterior e sendo a produção de pimenta uma atividade com muita importância econômica para o país, resulta que é muito importante ser mais eficientes nessa cadeia produtiva.

Biólogo David Zuñiga

LITERATURA CONSULTADA

Productores de Hortalizas. (2004, Marzo). Plagas y enfermedades de chiles y pimientos. Guía de identificación y manejo. México. [Suplemento especial]. Recuperado el: 21 de septiembre de 2015 de http://vegetablemdonline.ppath.cornell.edu/NewsArticles/Pepper_Spanish.pdf

SIAP, México. Chile verde Capsicum frutescens. (2014). Recuperado el: 21 de septiembre de 2015 de http://www.siap.gob.mx/chile-verde

SIAP, México.  México es primer lugar mundial en la producción de chile verde. (2014). Recuperado el: 21 de septiembre de 2015 de http://www.siap.gob.mx/produccion-chile-verde/

SIAP, México. Cierre de la producción agrícola por cultivo. (2013). Recuperado el: 21 de septiembre de 2015 de http://www.siap.gob.mx/cierre-de-la-produccion-agricola-por-cultivo/

Alimentos: Consumimos 2.5 veces más tortilla que pan. Manu Factura. 2014. 21 de septiembre de 2015 de http://www.manufactura.mx/industria/2013/09/06/consumimos-25-veces-mas-tortilla-que-pan

SIAP, México. Un panorama del cultivo del chile). Recuperado el: 21 de septiembre de 2015 de http://infosiap.siap.gob.mx/images/stories/infogramas/100705-monografia-chile.pdf

Leave a comment