USA, FL (904) 436-1577
  • Argentina Argentina: +54 (11) 5984-1811
  • Brazil Brazil: +55 (21) 3500-1548
  • Chile Chile: +56 (22) 581-4899
  • Spain España: +34 (95) 093-0069
  • Guatemala Guatemala: (502) 2268 1204
  • Mexico Mexico: +52 (33) 1031-2220
  • Panama Panama: +507 (7) 833-9707
  • Peru Peru: +51 (1) 709-7918
  • United States United States: +1 (904) 250-0943

Bactérias de pepino: doenças do cultivo

Bactérias de pepino que afetam o cultivo

 

A incidência e desenvolvimento de infecções de bactérias de pepino podem ser reduzidas através do tutormento, pois oferece suporte ao cultivo e proporciona condições favoráveis à cultura.

É metafísico conhecer as doenças causadas pelas bactérias de pepino e seus possíveis tratamentos para evitar: suas incidências, possíveis perdas ou condições que possam provocar.Os trabalhos de pesquisa que foram realizados para o conhecimento dessas doenças tem resultado em tratamentos que permitem o cultivo se desenvolver sem ser atacado por algum patógeno. Esses tratamentos são mais eficientes se são utilizados como métodos preventivos. Foi observado que a eficiência desses tratamentos diminui quando o cultivo está doente.Obtêm-se melhores resultados se são usados métodos preventivos e boas práticas culturais. O tutoramento é uma prática essencial para o cultivo de pepino. Ao contar com um cultivo em um tipo de tutoramento como o sugerido por HORTOMALLAS, além de ser eficiente a aplicação dos tratamentos preventivos, permite que a planta amplie sua área de exposição para a luz solar e favorece a aeração entre as plantas, evitando a acumulação excessiva de umidade, o que facilita o desenvolvimento de doenças

Mancha angular da folha (Pseudomonas syringae, P. lachrymans)

mancha angular

Lesões por mancha angular na folha de pepino

 As responsáveis dessa infecção são as bactérias Pseudomonas syringae, P. lachrymans.As lesões que provoca essa bactéria se observam na folha: na parte superior ou na viga, apresenta pontos de umidade; na parte inferior, se observam manchas da cor cinza, com aparência aquosa, algumas vezes delimitadas com uma auréola amarela.Em algumas ocasiões e dependendo das condições que apresentam as gotas de exsudato, a nervura da folha limita as manchas fazendo com que tomem uma forma angular. Essas lesões podem secar e se desprender do resto da folha, provocando perfurações.As lesões que poderiam aparecer no fruto são superficiais, provocando um aspecto feio e afetando a oportunidade no mercado.A bactéria se propaga por meio da chuva ou por contato com os operários. Também se transmite por meio de sementes infectadas. 

Mancha bacteriana na folha (Xanthomonas campestris pv. Cucurbitae)

mancha bacteriana

Lesões causadas pela macha bacteriana no pepino

 Os sintomas que apresentam essas doenças são muito parecidos aos da mancha angular, com a diferença que a mancha bacteriana da folha não apresenta as gotas de exsudato. Igual que a mancha angular, esta pode infectar o caule, pecíolo e fruto. Apresenta manchas úmidas que evolucionam a manchas secas. Podridão bacteriana ou podridão-mole (Erwinia carotovora)enfermedades del pepino Essa bactéria é encontrada no solo. Para infectar a planta, utiliza as feridas que estão presentes no colo da raíz, provocando podridão-mole no caule, os tecidos ficam com uma cor marrom, é possível que apresentem manchas dependendo das condições.Quando inicia a infecção, é possível observar nos frutos áreas molhadas depois de evolucionarem a podridão dessas zonas.Tratamento químicoEm general as formas de contagio da maioria das bactérias de pepino são: por utilizarem sementes infectadas, as bactérias utilizam como meio de disseminação a água, o contato direto de uma planta infectada com uma saudável, o contato que tem os operários com as plantas.Se for observado uma planta infectada se tem que realizar um diagnóstico para saber com que infecção se está tratando. Depois de realizado o diagnóstico correto da doença presente no cultivo de pepino, se deve aplicar o tratamento mais conveniente, mas na maioria dos casos é recomendado retirar as plantas infectadas porque os tratamentos existentes funcionam principalmente se são aplicados para a prevenção dessas doenças.É possível utilizar os seguintes químicos para prevenir a incidência de algumas bactérias: Sulfato de cobre, Hidróxido de cobre, Oxicloreto de cobre, Casugamicida, Sulfato de estreptomicina e Oxitetraciclina. Murcha-bacteriana (Erwinia tracheiphila)
marchitamiento bacteriano

Exemplo de murcha-bacteriana em pepino

 A forma de transmissão desta bactéria é um meio de vetores, sendo os besouros Acalymma vittata e Diabrotica undecimpunctata.O primeiro sintoma que é observado nas plantas é o murchamento repentino das folhas, que posteriormente ocasionam a morte da planta.Como a infecção do cultivo por meio de vetores mecânicos, o tratamento preventivo é impedir o ingresso dos vetores no cultivo ou a utilização de algum inseticida, para evitar o contato desses besouros com a planta. 

Medidas preventivas para minimizar infecções por bactérias:

As recomendações para evitar a incidência das bactérias no cultivo, para que não se gere uma infecção, são:
  • Realizar perfeitamente a desinfecção do terreno, ferramentas e dos operários.
  • Utilizar sementes saudáveis.
  • Realizar monitoramentos periódicos.
  • Retirar o resto do cultivo de plantas que se identifiquem infectadas por alguma bactéria.
  • Eliminar reservatórios de possíveis vetores das bactérias.
  • Alterar cultivos.
  • Eliminar ervas daninhas ou outras plantas hospedeiras.
  • Utilizar variedades resistentes.
  • Evitar a acumulação de umidade usando malha treliça para o tutoramento.
 plantas de pepino con malla espalderaO tipo de tutoramento que recomenda HORTOMALLAS é uma medida preventiva, sendo que ajuda evitar as concentrações de umidade por longos períodos, porque permite que o cultivo obtenha uma maior aeração; reduz as possíveis fontes de contágio causado pelos trabalhadores.Esse material informativo pode ser de ajuda para a identificação das doenças bacterianas descritas aqui, mas é recomendada a assistência de pessoal capacitado para um melhor diagnóstico. Bióloga Diana Jiménezentutorado con malla espalderaReferencia:Alonzo-Torres M. 2007. Producción de Hortalizas todo el año. Mozambique. Recuperado el 12 de octubre de 2015 de http://www.entwicklung.at/uploads/media/5_Manual_f%C3%BCr_Gemuesebau.pdf Zamudio González, B. Felix Reyes, A. 2014. Producción de pepino bajo invernadero en Valles Altos del Estado de México. Recuperado el 12 de octubre de 2015 de http://siproduce.sifupro.org.mx/seguimiento/archivero/15/2013/anuales/anu_2033-25-2014-05-1.pdf Productores de Hortalizas. 2005. Plagas y enfermedades de cucurbitáceas. Guía de identificación y manejo. Recuperado el 12 de octubre de 2015 de http://vegetablemdonline.ppath.cornell.edu/NewsArticles/CucurbitsSpanish.pdf Arias S. 2007. Proyecto de diversificación económica rural. Manual de producción. Producción de pepino. Recuperado el 12 de octubre de 2015 de http://www.innovacion.gob.sv/inventa/attachments/article/3574/Manual%20para%20Producci%C3%B3n%20de%20Pepino.pdf

Tags:

Hortomallas Hortomallas

HORTOMALLAS manufactures and markets crop support nettings (trellising and tutoring as alternatives to the raffia twine labor intensive traditional system) that increase crop quality. Our Mission is to: INCREASE VEGETABLE CROP YIELD AND PROFITABILITY TO ALL THOSE VEGETABLES THAT NEED TUTORING AND SUPPORT USING NETTING INSTEAD OF RAFFIA. Since 1994 we help professional growers and farmers improve their cucumber, tomatoes, melon, zucchini, bean, chile, peppers crops where trellises and supports are needed. HORTOMALLAS is the ideal system for cucurbitacea and solonacea to improve their phytosanitary conditions, while increasing the solar exposure and the brix degrees. Besides the obvious labor costs savings, the use of HORTOMALLAS increases the life span of the plant, allowing longer periods of harvests and of a greater quality. Call us, our crop specialists will help you with specialized attention in the Americas and the Iberian Peninsula!

Leave a comment

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.